As diferenças entre o espanhol falado da América Latina e o espanhol da Espanha.

Variedades de espanhol

Bandeiras de alguns paises de fala espanhola

Frequentemente nos perguntam sobre as diferenças entre o espanhol falado na Espanha e o espanhol da América Latina. Embora existam diferenças entre as variedades de espanhol, a primeira coisa que devemos esclarecer é que todos os falantes da língua se entendem, seja em Cádiz ou Cusco, Salamanca ou Santo Domingo

diferencas_espanhol

Existem algumas diferenças entre o espanhol na Espanha e o espanhol falado na América Latina. Há também diferenças entre os tipos de espanhol que é falado em diferentes partes da América Latina e em diferentes partes da Espanha!

Para começar, qual é o nome da língua? Na América Latina, é normal o idioma ser chamado de castelhano (castelhano, para a região de Castilla) em vez de espanhol. Também acontece em algumas partes da Espanha, onde outras línguas regionais, como o galego e o catalão, são línguas oficiais, ele é chamado de “espanhol”.

Quando os colonizadores espanhóis viajaram pelo mundo para propagar a palavra de Deus e pegar metais preciosos em troca, trouxeram com eles uma língua que estava em processo de mudança na sua terra natal.

descubrimiento-america--644x362

Conquistadores espanhois chegando às Américas

Um linguista chamado Marckwardt inventou o termo “colonial lag” ou “atraso colonial” para descrever uma situação em que a língua falada nas colônias não estava atualizada com as inovações da língua em seu país de origem. Um exemplo em inglês seria o uso de fall nos EUA e autumm na Grã-Bretanha. Quando os colonos britânicos viajavam para os Estados Unidos, fall era mais comum que a versão latina no inglês britânico. Mais tarde, a velha palavra germânica fall se tornou obsoleta na Grã-Bretanha (que, em vez disso, tomou emprestado um termo francês), mas ainda é usada nos Estados Unidos. Esse processo ocorre com o vocabulário, mas também com a gramática.

Mais tarde, grupos de imigrantes de diferentes partes da Europa trouxeram suas tradições linguísticas para a América Latina. Por sua vez, esses grupos encontraram diferentes tradições linguísticas locais, criando variações em seus dialetos.

Diferenças entre o espanhol da Argentina, Paraguai e Uruguai e o da Espanha.

Quando as colônias espanholas foram fundadas por diferentes grupos, levaram consigo o espanhol que era falado na Espanha naquela época, juntamente com elementos de seus dialetos locais. O espanhol falado nas colônias da época começou a se desenvolver de modos um pouco diferentes, já que a comunicação era limitada com a Espanha (os telefones estavam a séculos de distância). Alguns elementos do espanhol antigo foram mantidos, outros não.

Diferencias entre el espanhol

O "Voseo"

Um dos exemplos mais claros desse processo é o uso de vos, principalmente na Argentina, no Paraguai e no Uruguai. Originalmente, vos era uma segunda pessoa no plural, mas veio a ser usada como uma forma mais educada da segunda pessoa do singular e depois usada entre amigos íntimos. Era bastante usado na Espanha, quando a língua chegou ao Cone Sul do continente americano. Caiu em desuso na Espanha, mas permaneceu no espanhol rio-platense. Hoje em dia, como 150 anos atrás, em um café movimentado em Buenos Aires, é muito mais provável que te perguntem “¿de dónde sos?” em vez de “¿de dónde eres?”

O uso de vos e sua conjugação diferente parece estar aumentando em algumas partes da América Latina, onde anteriormente havia sido usado por grupos minoritários, como na Bolívia, Chile, Nicarágua e Costa Rica.

É importante salientar que as pessoas irão compreendê-lo em todo o mundo se você usar ou vos. Os espanhóis só pensariam que você é um viajante do tempo da Idade Média (ou da Argentina).

O "Ustedes"

As variedades do espanhol latino-americano não usam vosotros (vocês, plural, informal), e sim ustedes (mais formal). Isso significa que os estudantes na Espanha têm que se lembrar de outra terminação verbal.

Por exemplo, na Espanha você pode falar ¿Cuál fue la última película que visteis? aos seus amigos, mas provavelmente você falaria assim aos seus avós ¿Cuál fue la última película que vieron? Na América Latina, se usa a segunda forma para os dois casos.

Ustedes também é usado nas Ilhas Canárias; apenas nas Ilhas Baleares e no resto da Espanha usam vosotros. Se você usa apenas a forma latino-americana, vão te entender perfeitamente na Espanha também. Logo, as pessoas provavelmente vão te achar muito educado.

O Vocabulário

Palavras em espanhol argentina, paraguai e uruguai

A grande maioria das palavras espanholas é universal, mas outras não são. Alguns exemplos incluem telefono móvil/celular e ordenador/computador, sendo as segundas palavras de cada par a forma latino-americana. Também tem muitas outras palavras que variam entre dialetos. Por exemplo, na Espanha se diz bolígrafo, no Chile lápiz pasta, na Argentina lapicera, e assim sucessivamente. Logo abaixo temos um vídeo divertido de dois irmãos colombianos, sobre as diferentes palavras que você encontrará no mundo da fala espanhola:

No geral, as diferenças no vocabulário não são tão grandes como as que existem no inglês britânico e no estadunidense.

Entretanto: há uma palavra que requer cuidado nesse ponto. Na Espanha, o verbo coger é usado a todo o momento, não só no sentido de pegar, mas também como de trazer ou agarrar. Por exemplo, coge las riendas de tu vida, quer dizer tome as rédeas da sua vida. Na América Latina, coger é um termo coloquial usado com frequência para descrever… o ato de amar.

O Sotaque

As maiores diferenças no espanhol estão no sotaque, mas não são tão fortes. Por exemplo, em muitas partes da América Central, o s nem sempre é pronunciado e algumas sílabas se perdem. Na Argentina, o ll, que normalmente se pronuncia como o y, tem um som de ch.

Amigoa falando espanhol

Talvez a diferença mais notória entre o sotaque da Espanha e da América Latina é o “ceceio” (mesmo que não é tecnicamente um ceceio), que é comum em Madrid e em outras partes da Espanha. A lenda que é contada diz que esta pronuncia começou com o rei Fernando, cujo ceceio foi copiado pela nobreza espanhola. Mas pelo o que parece, a lenda provavelmente está errada; esta pronuncia é mais provável que tenha vindo dos sons que existiam no castelhano medieval, embora isso não explica por que não chegou às colônias. Nem todas as alterações no idioma são lógicas … como também acontece na ortografia em inglês.

Inevitavelmente você absorverá o sotaque local do destino onde você escolherá aprender espanhol, mas isso não te impedirá de se comunicar com todos os hispanos falantes. Todos nós temos um sotaque quando falamos e não existe um “melhor” ou “pior”! Se você pega um sotaque diferente quando aprende um idioma, seja espanhol ou outro, isso se torna uma parte do que você é e suas experiências pessoais. Também pode ser uma boa forma de quebrar o gelo em suas viagens.

Você deveria aprender espanhol da Espanha ou o espanhol da América Latina?

estudar_espanhol

Algumas pessoas dizem que o espanhol colombiano é a variedade mais clara e bonita do idioma. Outros falam que o espanhol argentino é o mais sexy, enquanto outros acham que o espanhol de Madrid é o mais importante, já que ali é onde está a sede da Real Academia Española que regula a língua.

Mas não deveria ser uma questão de espanhol de Espanha vs. espanhol da América Latina. Ao escolher onde aprender espanhol foque em onde prefere estar, que tipo de aventura você gostaria de ter e, obviamente, seu objetivo. Tenha a certeza de que qualquer variedade do espanhol que você aprende, será entendido no mundo todo por quem fala espanhol.

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *